DICAS VALIOSAS PARA APROVEITAR E CONSTRUIR UM GRANDE LAR

Publicado em 04/02/2019

Dona Márcia, 28 anos, caixa de um supermercado, casada e mãe de uma criança especial, juntamente com seu esposo, reuniram suas economias de anos e compraram um lote na periferia.

Um terreno pequeno, medindo 5 por 19 metros. Para a construção da tão sonhada casa própria. E agora o que fazer?

O casal faz planos e listam os desejos que têm para a nova habitação. Sala de estar para receber os amigos e parentes; quartos confortáveis e até mesmo uma suíte para o casal; cozinha; área de serviço; garagem; etc.

Tudo muito bom no campo das idéias, porém, na prática, surge a questão: Como acomodar em um terreno tão estreito, de 95 metros quadrados, os anseios de sua família?

Estas situações são bastante comuns em nossas cidades. Muitos proprietários costumam desmembrar seus lotes para vender ou ceder aos filhos, para que construam suas moradas.

Na maioria das vezes, por não buscarem auxílio de um profissional de arquitetura, estas construções acabam ficando insalubres, escuras e com pouca ventilação natural. Não atendendo às condições básicas de habitabilidade.

Quando se dispõem de um terreno pequeno, com dimensões tão restritas, deve-se valorizar cada centímetro, tudo deve ser milimetricamente calculado. É fundamental maximizar o espaço da construção, evitando qualquer desperdício de área.

Confira, a seguir, 7 dicas valiosas que tornam possível a implantação de uma edificação confortável e funcional mesmo em um terreno pequeno.

1 – VERTICALIZAÇÃO

É possível construir uma casa apenas térrea em um pequeno terreno, porém desta forma o número de compartimentos ficará bastante limitado. Se a necessidade dos proprietários reivindicar mais cômodos, a saída será incluir mais pavimentos na habitação.

Para que haja uma disposição boa e funcional dos espaços internos da edificação, uma boa solução é localizar a área íntima, ou seja, os dormitórios, nos andares superiores, garantindo maior privacidade para os moradores. Os ambientes sociais como sala de estar, cozinha e área de serviço ficam mais acessíveis no pavimento térreo.

2 – INTEGRAÇÃO ENTRE AMBIENTES

Deve-se evitar barreiras físicas entre ambientes, sempre que possível.

Quanto menos divisórias separando os cômodos, mais amplo se perceberá o espaço, pois maior será o alcance visual. Ailuminação se distribuirá de forma mais abrangente e uniforme, com menos espaços sombreados.

Para que se possa delimitar e setorizar os diferentes ambientes, sem o uso das paredes, e garantir a integração harmoniosa dos mesmo, a solução é utilizar elementos que promovam um certo contraste visual como tapetes, rebaixo de forro, elemento de marcenaria e até mesmo revestimentos de parede.

3 – MUITAS ABERTURAS PARA ENTRADA DE LUZ NATURAL

A sensação de bem estar que o indivíduo experimenta em um ambiente passa pela percepção de condicionantes naturais, como é o caso da iluminação natural.

Os benefícios proporcionados pelo acolhimento da luz do sol, principalmente nas primeiras horas do dia, ajudam a manter a higiene e salubridade da edificação.

Os resultados relacionados ao aproveitamento deste fator, vão além de favorecer a saúde dos moradores. A claridade natural também contribui para dar a sensação de amplitude do espaço construído.

Alguns recursos construtivos são bastante indicados para captação de luz natural em condições desfavoráveis, como é o caso de claraboias, que são aberturas no teto de uma construção, com fechamento em vidro ou polímero translúcido.

Elas trazem elegância ao espaço, mas quando a utilização das mesmas não for possível, janelas e portas de vidro abrindo para as áreas externas ou para jardins de inverno dão conta do recado.

4 – JARDIM DE INVERNO

Quando não há possibilidade de deixar as paredes laterais, de uma edificação, afastadas dos limites do lote para permitir o fluxo da ventilação natural, a saída pode ser reservar uma pequena área descoberta para captação do ar externo, comumente conhecida como jardins de inverno.

Além de dar um charme ao ambiente, esta construção favorece a troca do ar interno e externo, higienizando a moradia e conferindo conforto térmico e bem estar aos residentes.

5 – PÉ-DIREITO DUPLO

Pé-direito é o termo empregado na área da construção civil para designar a altura de um ambiente, medido do piso ao teto. No caso do pé-direito duplo, contabilizam-se as alturas dos dois pavimentos.

Esta verticalização imprime elegância e imponência ao ambiente. Remete a sensação de amplitude do espaço e favorece de forma expressiva a circulação de ar internamente.

6 – REVESTIMENTOS CLAROS

A psicologia das cores, afirma que o ser humano experimenta sensações diversas quando submetido a determinadas cores.

Para que um ambiente pequeno ofereça a percepção de amplitude do espaço, é recomendada a aplicação de tons claros e neutros na pintura das paredes e nos revestimentos de piso.

Deve-se evitar também a quebra de padrões das superfícies, ou seja, é importante manter a uniformidade do modelo dos pisos sem mudar muito de um ambiente para outro.

7 – MÓVEIS FEITOS SOB MEDIDA

A escolha consciente do mobiliário que vai ocupar estes ambientes reduzidos vem coroar as demais estratégias de otimização de espaço.

Sem esta preocupação, o bom funcionamento das atividades do dia a dia dos moradores poderia ficar comprometido.

É essencial que a mobília e os acessórios decorativos possam ser leves e multifuncionais.

A pedida é a confecção de móveis inteligentes feitos sob medida, peças coringas que atuem de diferentes formas para atender demandas diversas.A decisão de dona Márcia de contar com o auxílio de um arquiteto fez toda a diferença no momento da decisão, de como poderia aproveitar melhor seu pequeno terreno.

Sua casa dos sonhos se traduz em um projeto arquitetônico que contempla dois pavimentos, sendo o térreo ocupado por uma vaga de garagem, sala de estar e jantar, cozinha, área de serviço, quintal, banheiro e o quarto de seu filho; já o andar superior é composto de mais dois quartos (sendo um suíte) e um terraço.

Portanto, acredite, a limitação métrica de um espaço não pode ser barreira para a realização de seu projeto de vida, ela é tão somente um desafio.

Fonte: http://monteirocabral.com.br

Copyright 2017 - Buriti Empreendimentos. Todos os direitos reservados.