Montes Claros - Minas Gerais - Buriti Empreendimentos

Montes Claros – Minas Gerais

Publicado em 20/09/2017

Montes Claros é um município brasileiro no norte do estado de Minas Gerais. Em 2014 sua população foi estimada pelo IBGE em 390.212 habitantes.

Montes Claros foi emancipada no século XIX, tendo, há bastante tempo, a indústria e o comércio como importantes atividades econômicas, sendo considerada um polo industrial regional. Atualmente é formada por dez distritos, sendo que é subdivida ainda em cerca de 200 bairros e povoados. Conta com diversos atrativos naturais, históricos ou culturais, como os Parques Municipal Milton Prates, Guimarães Rosa e Sapucaia, que são importantes áreas verdes, e construções como a Catedral de Nossa Senhora Aparecida e a Igrejinha dos Morrinhos, além dos vários sítios arqueológicos.

Economia

O Produto Interno Bruto – PIB – de Montes Claros é o maior de sua microrregião, destacando-se na área de prestação de serviços. De acordo com dados do IBGE, relativos a 2008, o PIB do município era de R$ 3.462 739,125 mil. 390.147 mil são de impostos sobre produtos líquidos de subsídios a preços correntes. O PIB per capita é de R$ 9.665,14 e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de renda é de 0,707.

De acordo com o IBGE, a cidade possuía, no ano de 2008, 9.497 unidades locais, 9.127 empresas e estabelecimentos comerciais atuantes e 130.045 trabalhadores, sendo 70.691 pessoal ocupado total e 59.354 ocupado assalariado. Salários juntamente com outras remunerações somavam 691.296 reais e o salário médio mensal de todo município era de 2,2 salários mínimos.

A economia de Montes Claros é diversificada pelas atividades agropecuárias, industriais e de prestação de serviços. A principal fonte econômica está centrada no setor terciário, com seus diversos segmentos de comércio e prestação de serviços de várias áreas, como na educação e saúde. Em seguida, destaca-se o setor secundário, com complexos industriais de grande porte, além das unidades produtivas de pequeno e médio portes.

Primário

A agricultura é o setor menos relevante da economia de Montes Claros. De todo o PIB da cidade 77.393 mil reais é o valor adicionado bruto da agropecuária.Segundo o IBGE, em 2009 o município possuía um rebanho de 159.830 bovinos, 14.810 suínos, 6.596 equinos, 1.130 muares, 620 caprinos, 210 asinos, 630 ovinos e 2.202. 300 aves, entre estas 1.618.000 galinhas e 584.300 galos, frangos e pintinhos. Em 2009 a cidade produziu 25.603 mil litros de leite de 20.120 vacas. Foram produzidos 38.879 dúzias de ovos de galinha e 11.100 quilos de mel-de-abelha. Na lavoura temporária são produzidos principalmente a cana-de-açúcar (38.400 toneladas), a mandioca (5.640 toneladas) e o milho (5.440 toneladas).

Secundário

A indústria, atualmente, é o segundo setor mais relevante para a economia do município. 774.539 reais do PIB municipal são do valor adicionado bruto da indústria (setor secundário). A cidade conta com um distrito industrial, composto por diversas empresas, que possui área de 5,2 milhões de m² e é administrado pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (CODEMIG). Atualmente, estuda-se a implantação do Distrito Industrial , com área prevista de 1,5 milhões de m². Também se destaca na área industrial uma Usina de Biodiesel da Petrobras, que foi implantada em 2008 e atualmente encontra-se em funcionamento.

Segundo dados da prefeitura de Montes Claros, em 2011 havia na cidade 954 estabelecimentos e empresas e 9.912 trabalhadores com foco para o setor industrial do município. São algumas das principais empresas com empreendimentos industriais no município a Coteminas, a Lafarge, o Novo Nordisk e a Nestlé.

Terciário

Interior do Mercado Municipal de Montes Claros.

A prestação de serviços rende 2.220.660 reais ao PIB municipal. O setor terciário atualmente é, como citado acima, a maior fonte geradora do PIB montes-clarense. Grande parte do valor do setor terciário vem do comércio. Segundo estatísticas da prefeitura, no ano de 2009 a cidade contava com 617 estabelecimentos e 3.185 trabalhadores na área da construção civil; 6.777 estabelecimentos e 14.997 trabalhadores no comércio; e 5.091 estabelecimentos e 24.473 trabalhadores no setor de serviços.

A cidade conta com diversos núcleos ou centros comerciais, como o Mercado Municipal de Montes Claros, inaugurado em 1899; o Ibituruna Center, criado em 18 de março de 2009; o Montes Claros Shopping, fundado em 8 de novembro de 1997; e o Shopping Popular Mário Ribeiro, inaugurado em 2003. Assim como em grande parte do Brasil o maior período de vendas é o Natal.

Incentivos fiscais e financeiros

Embora situado na região Sudeste do país, o município de Montes Claros, devido às suas características edafo-climáticas, econômicas, sociais e culturais, está inserido na região mineira da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), recebendo incentivos fiscais e financeiros concedidos por essa agência de desenvolvimento regional. Através dela a cidade é contemplada com projetos de investimentos com recursos do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste – (FNDE), até o limite de 60% do total dos investimentos fixos e circulantes. Por meio da SUDENE é ainda possível obter isenção do Adicional de Frete para Marinha Mercante Brasileira (AFRMM), bem como do Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros (IOF).

A cidade é servida por ampla rede bancária. Além das várias instituições financeiras privadas e cooperativas de crédito que atuam no município, Montes Claros conta ainda com agências do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal e do Banco do Nordeste. Funcionando várias modalidades de crédito sob amparo do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e repasses do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), o Banco do Nordeste é, de acordo com a prefeitura, a principal instituição financeira de beneficiamento às atividades econômicas da região.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Montes_Claros

*As áreas destinadas aos próximos lançamentos nos 10 Estados acima descritos são parte integrante do patrimônio empresarial do Grupo Buriti e seus parceiros. Os projetos estão sendo desenvolvidos respeitando o plano diretor de cada município e ainda dependem da aprovação dos órgãos públicos competentes. Os lançamentos seguirão o cronograma estabelecido pela Buriti e serão comercializados após a aprovação dos projetos e liberação dos devidos registros de incorporação das comarcas de cada cidade. As quantidades de terrenos poderão sofrer alterações sem aviso prévio. A Buriti se reserva no direito de cancelar, antecipar ou adiar os lançamentos conforme as condições do mercado imobiliário ou situações adversas na economia. Buriti Imóveis, Realizando Sonhos. TODOS OS PROJETOS CONSTANTES NESTE MATERIAL FORAM APROVADOS PELOS ÓRGÃOS PÚBLICOS COMPETENTES E PODERÃO SOFRER ALTERAÇÕES POR EXIGÊNCIA PÚBLICA OU NECESSIDADE TÉCNICA, DESDE QUE NÃO PREJUDIQUE OS COMPRADORES. IMAGENS ILUSTRATIVAS E DO LOCAL.

Copyright 2017 - Buriti Empreendimentos. Todos os direitos reservados.