Saiba 4 tendências para o mercado imobiliário em 2018

Publicado em 12/11/2018

1. Facilidade no crédito imobiliário

Em queda durante 2017, a taxa Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) tende a cair ainda em 2018, e, com sua diminuição o crédito imobiliário fica mais acessível para o consumidor, logo, para a venda de imóvel em Goiânia. Uma dica para quem quer alcançar o sonho de ter a casa própria é se atentar às oportunidades dos financiamentos.

2. Inflação baixa para comprar imóvel em Goiânia

A meta é que a taxa de inflação em 2018 seja 4,5%, contudo, especialistas dizem que pode chegar a números menores. Quanto menor a inflação, maior o poder de compra dos consumidores e então, para a venda de imóvel em Goiânia.

3. Oportunidade de preços em Goiânia

No Brasil, o preço médio dos imóveis caíram pela primeira vez em 10 anos, segundo o índice FipeZap. Por outro lado, em Goiânia, houve aumento nos índices. Esses números, somados ao fato de Goiânia ter um dos metros quadrados mais baratos do país, faz com que a alta dos preços chegue mais rápido por aqui. Enquanto isso, no resto do país a valorização só deve ser sentida em 2019.

4. Maior confiança do consumidor

O consumidor está mais confiante para fazer compras, a queda das taxas e a facilidade oferecida por empresas do setor imobiliário. Assim, a venda de imóvel em Goiânia cresce!

 

Fonte: www.investt.com.br

Copyright 2017 - Buriti Empreendimentos. Todos os direitos reservados.