A Buriti já aplica a LGPD, reforçando transparência e segurança para os clientes

Após consultoria feita pela Grant Thornton, a empresa está colocando em prática a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que passou a vigorar em agosto deste ano

A Lei nº 13.709/2018, conhecida como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), foi sancionada no Brasil em 2018, e passou a entrar em vigor em agosto de 2021. A Buriti Empreendimentos, sempre prezando honrar a relação de confiança com seus clientes, deu início à adequação já em janeiro de 2020.

“A empresa escolheu a Grant Thornton, uma das maiores empresas de auditoria, consultoria e contabilidade do mundo, para guiar a Buriti em uma adequação 100% assertiva à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)”, conta Moisés Carvalho, um dos sócios-diretores da Buriti.

A consultoria foi concluída em julho de 2021 e a empresa recebeu, além das instruções, o relatório de recomendações para adaptação e boas práticas, estas últimas, baseadas nas normas de implementação de sistema de gestão ISO 27001 e sua extensão ISO 27701, ambas com foco em segurança da informação e total privacidade dos dados pessoais.

De acordo com o Encarregado de Dados (DPO) da Buriti, Artemio Henrique Faria, a previsão é que nos próximos três meses possamos chegar em pelo menos 50% das adequações cumpridas”. O processo é aplicado tanto para dados digitais quanto para dados físicos, para que os seus titulares saibam de forma clara e precisa sobre como suas informações serão utilizadas e tratadas.

“Além de reforçar um posicionamento transparente, a LGPD aumenta consideravelmente a segurança do banco de dados” reitera Sidney Penna, também sócio-diretor da Buriti.

Voltar ao topo