Perspectiva para o setor de venda de terrenos em 2022 é alta

Pesquisa aponta que 40% dos brasileiros pretendem construir ou adquirir uma casa este ano

Comprar um terreno é um investimento seguro e isso ocorre por diversas razões, uma delas é a grande chance deste bem ter o seu valor aumentado para revenda. Especialistas do setor imobiliário asseguram que as perspectivas para 2022 são altas, principalmente para terrenos de baixo custo com valorização de médio e longo prazo.

Uma pesquisa realizada no último trimestre de 2021 pela Brain Inteligência Estratégica, em parceria com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), aponta que 40% dos brasileiros pretendem construir ou adquirir uma casa nova neste ano. A pesquisa, realizada em nível nacional, é considerada um termômetro no segmento imobiliário, já que apresenta informações específicas sobre loteamentos urbanizados que estão no mercado.

O diretor da Buriti Empreendimentos (regional do Tocantins), Adriano Lacerda, com larga experiência no setor, ressalta que existem algumas estratégias que devem ser adotadas na hora de investir em um terreno, uma delas é observar se a infraestrutura nos entornos melhora ou tem previsão de melhorar. “Comprar um terreno tem uma segurança de investimento natural muito alta. Esse imóvel pode se tornar objeto de revenda, com valorização, ou para quem deseja construir uma casa, o que agrega ainda mais valor ao investimento realizado”, afirmou Lacerda.

Um dos exemplos de modelo estudado durante a pesquisa, é a oferta de terrenos por empresas especializadas que fazem toda a pesquisa, inclusive com as perspectivas da sua valorização no mercado. Um exemplo é o Residencial Jardim Nova América que foi lançado em dezembro pela Buriti, em Gurupi, sul do Tocantins. O empreendimento conta com 500 lotes mistos a partir de 250 m², tendo como principais atrativos aos compradores, a localização privilegiada e a excelente infraestrutura.

Demanda

Ainda de acordo com o estudo, o número de lotes vendidos no Brasil cresceu 35% no primeiro semestre de 2021 em relação ao mesmo período de 2020, o que representa 48 mil lotes vendidos.

O presidente da Associação das Empresas Loteadoras do Tocantins (AELO-TO), Pablo Castelhano Teixeira, está otimista com o mercado para 2022. Ele alerta para que as pessoas que pretendem investir em terrenos busquem empresas consolidadas no setor. “Um bom investimento resulta em satisfação pessoal e de mercado, isso promove crescimento econômico”, informou Pablo Castelhano. Ele afirma ter boas expectativas e assegura que investir em terrenos é um meio de garantir segurança para o futuro.

Voltar ao topo