Sinais de reaquecimento do mercado imobiliário já são sentidos pela Buriti

Após um período turbulento, a expectativa de crescimento para o setor imobiliário em 2020 é positiva. Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em janeiro deste ano, os juros de financiamento sofreram uma queda de 1%, o que significa, na prática, que até 2 milhões de famílias podem ser incluídas no mercado imobiliário. Este, por sua vez, aumenta, a cada ponto percentual na variação de juros, em média 16%. A Buriti Empreendimentos, sempre antenada às novidades do setor, já consegue visualizar esse cenário ascendente.

A empresa fez, nos últimos meses, dois lançamentos de sucesso, implantando um Residencial Cidade Jardim em Rio Branco, Acre, e outro em Santarém, no Pará. Ambos são loteamentos planejados com excelente infraestrutura, e, antes mesmo de serem oficialmente lançados ao público, já faziam burburinho nas cidades. “Percebemos que nossos empreendimentos foram muito aguardados pelos moradores, tendo em vista que estamos oferecendo terrenos equipados e legais com preços acessíveis e ótimas condições de pagamento”, conta Moisés Carvalho, um dos sócios proprietários da Buriti.

Os ótimos resultados de vendas já no início dos lançamentos refletem esse reaquecimento do mercado. “A queda de juros em 2020 é um dos maiores indicativos desta tendência positiva, pois amplifica as alternativas do consumidor e oportuniza novas modalidades de financiamento”, afirma Sidney Penna, também sócio proprietário da Buriti. Além do contexto positivo que vive o setor, a política da empresa de manter os processos sem burocracia oferece às famílias condições ainda melhores para aquisição dos terrenos.

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) levantou ainda dados que preveem o crescimento da construção civil em 3%, o que configura capacidade para criar 150 mil postos de trabalhos formais até o fim de 2020. Para Moisés Carvalho, este desdobramento será importante não apenas para o mercado imobiliário, mas também para outras áreas que movimentam o cenário econômico. “A Buriti já emprega mais de 600 colaboradores diretos, e, a cada novo lançamento, promove também milhares de empregos indiretos que fomentam a economia, auxiliando no crescimento das cidades”, afirma.

“O objetivo da Buriti sempre foi construir moradia de qualidade – não obstante, nosso slogan é “construir sonhos” – e por isso enxergamos com muito entusiasmo as possibilidades do mercado para 2020. Será um ano de investimentos, bons frutos e mais acesso à moradia para a população”, completa Sidney Penna.

 

Voltar ao topo